Leituras

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2020 >
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Reflexão do Advento

Quarta Semana do Advento

D. Laurence Freeman, OSB

Advento 2019 - quarto domingo

O que é incomum na história da Natividade é como ela é comum - deixando de lado o grupo de anjos e a visita dos Três Reis, que podemos tomar como sendo complementos simbólicos. Eles simbolizam, no entanto, quão maravilhoso é este novo membro da espécie humana - um daqueles que justificam o fato de nos chamarmos de homo sapiens. Mas a maravilha brilha no comum, como luzes de árvore de Natal quando se entra numa sala escura.

Leia mais...

Terceira Semana do Advento

D. Laurence Freeman, OSB

Advento 2019 terceiro domingo

Aqui no hemisfério norte estamos nos aproximando do nadir do ano, 21 de dezembro, o dia mais curto. Nadir vem de uma palavra árabe que significa "oposto", referindo-se aqui ao oposto do zênite, que é o ponto mais alto na esfera celestial. O legal dos opostos é que quando você chega até o fim, você encontra o outro vindo em sua direção - que é o que o Advento significa também.

Leia mais...

Segunda Semana do Advento

D. Laurence Freeman, OSB

Advento 2019 segundo domingo

Uma vez eu estava andando em uma mata na Austrália sob um luar brilhante. Quando cruzamos um riacho, pisando cuidadosamente de uma pedra para outra, eu olhei para baixo e vi um pequeno ser estranho na água olhando para mim de maneira indagadora. Eu fiquei chocado, mas não assustado e dei um passo atrás para vê-lo novamente. Mas ele tinha ido embora e então percebi (um pouco desapontado) de que era um truque da luz e da minha imaginação.

Leia mais...

Primeira Semana do Advento

D. Laurence Freeman, OSB

Advento 2019 primeiro domingo

O relógio começa a marcar o tempo para o Natal. Agora.

Se nós perdessemos todo o senso do tempo sagrado, a vida seria de fato uma paisagem árida na qual nos arrastaríamos. Se tornaria apenas um ciclo entediante de trabalho, feriados, compras, entretenimento, resolução de problemas, sempre marcada por um senso de incompletude ou perda. O tempo sagrado derrama cor (roxa para o Advento) em um mundo tão monocromático. Ele produz um senso de expectativa, uma certeza com incerteza, uma empolgação com uma revelação iminente da realidade que não vai desapontar ou que nunca se provará ilusória.

Leia mais...